MailTrack traz as notificações do WhatsApp para o Gmail

Mailtrack para Google Chrome

MailTrack traz as notificações do WhatsApp para o Gmail

MailTrack traz as notificações do WhatsApp para o Gmail 620 350 Bruno Brito

30 anos depois, o e-mail continua vivo e de boa saúde. Uma façanha admirável, se considerarmos que no mundo online quase tudo é efémero.

Quando pensamos em software de e-mail, 2 programas surgem de imediato na nossa mente: o Outlook (Microsoft) e o Gmail (Google). A aplicação que apresento hoje apenas funciona com este último.

Com mais de 425 milhões de utilizadores, o Gmail é hoje uma das ferramentas mais populares para gerir o e-mail, depois de revolucionar o mercado com a sua forma de agrupar (e simplificar) as conversações.

O Gmail dá resposta a grande parte das nossas necessidades e para tal só precisamos de uma conta e de um browser – a Google tratou do resto.

No entanto, sendo esta uma das jóias da empresa norte-americana, a inovação no Gmail não pode parar, o que motivou a criação do Gmail Labs – onde a Google disponibiliza novas funcionalidades aos early adopters, para testar a aceitação das mesmas antes de as integrar no Gmail de todos nós.

Mas não é só a Google que tem procurado tirar maior partido da aplicação. Extensões populares como o Rapportive (para saber mais sobre os nossos contactos) ou o Boomerang (para programar mensagens e enviá-las noutra altura do dia, ou voltar a fazê-lo na ausência de resposta) têm milhares de adeptos pelo mundo e tornam o Gmail ainda mais poderoso (e divertido) de usar.

Hoje falarei de outra extensão, esta muito recente mas que poderá rapidamente alcançar o lugar de destaque das anteriormente referidas: o MailTrack, a melhor extensão que conheço para saber se os e-mails que enviámos já foram ou não lidos.

Apresentando o MailTrack

A premissa do MailTrack não é nova – fazer o tracking do e-mail que enviámos, para saber se o destinatário leu a nossa mensagem. No Outlook, este tracking é conhecido pelo delivery receipt (para saber se a mensagem foi entregue) e read receipt (para saber se foi lida).

Esta funcionalidade pode ser muito útil para sabermos se os nossos clientes visualizaram os nossos e-mails ou se aquela resposta a um anúncio de emprego não foi ignorada, por exemplo.

Extensões como a YesWare, o próprio Boomerang ou o Bananatag já ofereciam esta funcionalidade no Gmail, mas com algum tipo de limitação – por exemplo, o número de e-mails que podemos monitorizar por dia ou mês. Mais, só pagando.

Este não é o caso aqui. O MailTrack é 100% grátis, sem quaisquer limites (para sempre, prometem eles) e muito intuitivo de o usar.

É similar ao Streak, mas mais minimalista. E recorda-nos o WhatsApp, com os seus populares vistos de “mensagem entregue” e “mensagem lida”.

O próprio projecto não foge a essa parecença, anunciando-a com orgulho na homepage:

Get the ✓✓ from WhatsApp® on your Gmail

Utilizando o MailTrack

Como qualquer extensão para Chrome, é necessário adicioná-la visitando a Chrome Web Store. Depois de a instalarmos e adicionarmos a nossa conta Google (para ficar associado ao Gmail), o tracking entrará em acção.

MailTrack na Chrome Web Store

O nosso Gmail passará a exibir os 2 vistos ao lado de cada e-mail e toda a nova correspondência será monitorizada (podemos ver o antes e depois na imagem em baixo.)

Antes e depois do MailTrack

Naturalmente, o MailTrack nada pode fazer quanto a mensagens que foram enviadas antes da instalação da extensão.

Ao passar o rato por cima, podemos aceder a outras informações, como a hora e o browser, mas no caso de várias pessoas estarem envolvidas na mensagem, não teremos acesso a detalhes individuais.

MailTrack no Gmail

No entanto, se formos ao nosso dashboard teremos um pouco mais de informação sobre cada mensagem, como o número de aberturas e cliques nos links do e-mail.

O dashboard do MailTrack

E a privacidade?

Este tópico é um pouco irónico (considerando que esta ferramenta retira privacidade a quem está do outro lado) mas uma preocupação real para quem instala estas extensões é entender que informação fica do lado das empresas que desenvolvem este tipo de software.

No caso do MailTrack, a resposta é satisfatória: os e-mails não ficam gravados nos servidores e tudo o que capturam é o autor, destinatário e assunto da mensagem, bem como os links que a mensagem contém, para sabermos se clicaram neles.

Tudo o que está no corpo da mensagem, no entanto, é ignorado, o que são boas notícias.

Conclusão

Vale a pena? Para aquele e-mail importante, onde um emprego ou uma venda está em jogo, eu diria que sim.

Ao fim do dia, dependerá da importância que atribuímos à nossa caixa do correio e do que estamos dispostos a abdicar para ter maior controlo sobre as mensagens que enviamos. Se a resposta ao tracking for “sim”, então sem dúvida que o MailTrack deverá estar no topo da lista de extensões a considerar.

Se quiser entrar em contacto comigo, pode enviar-me um e-mail para [email protected] ou preencher o formulário abaixo.

NOTA: Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

MailTrack traz as notificações do WhatsApp para o Gmail

Tempo de Leitura: 4 min
0