Como aceder às Bases de Dados criadas no ServerPilot

Como aceder às Base de Dados criadas no ServerPilot

Como aceder às Bases de Dados criadas no ServerPilot

Como aceder às Bases de Dados criadas no ServerPilot 620 350 Bruno Brito

Se tens uma conta no DigitalOcean e utilizas o excelente ServerPilot para gerir vários blogs WordPress, certamente já te terás questionado se será possível aceder às respectivas Base de Dados.

Este acesso é importantíssimo, não só para fazer back-up do nosso conteúdo como para criar novas tabelas ou retirar qualquer informação necessária se subitamente perdermos o acesso ao back-office do WordPress.

A ferramenta de gestão de base de dados mais habitual para este tipo de casos costuma ser o phpMyAdmin, que não é de todo instalada quando associamos o ServerPilot ao nosso droplet DigitalOcean.

Para quem vem de outros serviços de alojamento, como era o meu caso, isto pode causar alguma surpresa por se tratar de uma ferramenta tão popular.

Assim sendo, entrei em contacto com eles via Twitter e eis que me foi apresentada, em alternativa, uma aplicação que desconhecia: Adminer.

No passado, o Adminer até já tinha sido chamado phpMinAdmin, por se tratar de uma versão minimalista do já mencionado phpMyAdmin.

Mas esse minimalismo não é sinónimo de inferioridade.

Com um só ficheiro PHP, o Adminer permite-nos fazer muito mais do que conseguimos com o phpMyAdmin, como podemos confirmar neste comparativo. E para além de MySQL, também podes aceder a bases de dados PostgreSQL, SQLite, MS SQL, Oracle, Firebird, SimpleDB, Elasticsearch ou MongoDB.

Como se não bastasse, o Adminer conta também com um bom leque de plugins para acrescentar funcionalidades.

Instalando o Adminer

A instalação é simples, bastando para tal acesso ao FTP do nosso droplet DigitalOcean.

Basta descarregarmos a versão mais recente do site oficial e fazer upload para dentro da pasta public da nossa app, alterando o nome do ficheiro de adminer-4.2.5.php para algo mais aleatório como adminer-A52GA3D6.php.

Download Adminer

Agora, para acederes ao painel de controlo basta acederes a http://oteusite.com/adminer-A52GA3D6.php e inserires os dados de login e password da tua app (podes consultar os mesmos no ServerPilot – não te esqueças de actualizar o wp-config.php da tua app se alterares a palavra-passe!).

O servidor deverá ser sempre localhost.

Adicionando um tema

Podes alterar o look do Adminer adicionando um ficheiro CSS à mesma pasta onde colocaste o ficheiro adminer-A52GA3D6.php. Existem bastantes à escolha na página oficial – eu gosto particularmente deste.

Adminer com theme

Adicionando uma nova bases de dados

Se quiseres adicionar uma base de dados (para instalares outra aplicação PHP no teu droplet, por exemplo) é importante teres em conta que isto deve ser feito no próprio ServerPilot e não no Adminer.

Basta fazeres login, ires até uma das tuas apps, clicares no botão “Create Database” e preencher os campos respectivos!

Adicionar base de dados no ServerPilot

Como vês, o Adminer é muito poderoso, tornando-se num óptimo companheiro para a combinação DigitalOcean + ServerPilot!

Toca a instalar apps e “fazer coisas”!

Se quiser entrar em contacto comigo, pode enviar-me um e-mail para [email protected] ou preencher o formulário abaixo.

NOTA: Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Como aceder às Bases de Dados criadas no ServerPilot

Tempo de Leitura: 2 min
4