7 Aplicações Gratuitas para Vídeo (macOS e Windows)

7 Aplicações Gratuitas para Vídeo

7 Aplicações Gratuitas para Vídeo (macOS e Windows)

7 Aplicações Gratuitas para Vídeo (macOS e Windows) 1240 700 Bruno Brito

Nos últimos dias tenho trabalhado bastante com vídeo, pelo que hoje decidi apresentar-te as minhas aplicações preferidas para visualizar, editar e converter vídeos.

Todas estas aplicações são gratuitas, tanto para macOS como para Windows. A maioria é open-source e deverá também ser compatível com Linux.

Vamos então conhecê-las…

#1: IINA

Um bom leitor de vídeo é essencial, e o IINA é o meu leitor de eleição – à semelhança do famoso VLC, consegue abrir qualquer formato de vídeo, sem qualquer esforço.

Tem todas as funcionalidades esperadas de um leitor de vídeo – desde a alteração de velocidade de reprodução, inserção de legendas, loops e playlists, modo PiP (picture in picture) ou equalizador, está cá tudo.

IINA player
IINA

Porquê o IINA e não o VLC? Na minha experiência, o IINA oferece maior fluidez na reprodução de vídeos pesados (o programa puxa menos pelo CPU e bateria) e o interface é do mais bonito que já vi num leitor de vídeo.

#2: DaVinci Resolve

Se queres algo mais avançado que uma ferramenta como o iMovie, mas o Adobe Premiere ou o Final Cut estão fora do teu orçamento, então a melhor solução será provavelmente o DaVinci Resolve.

Esta é uma aplicação utilizada por profissionais (especialmente popular para a correção de cores) e que traz todas as ferramentas essenciais no seu software de edição de vídeo: inserção de áudio e texto, transformação de vídeo, aplicação de transições e efeitos…

DaVince Resolve 16
DaVince Resolve 16

O programa está de momento na versão 16, ainda em beta. Podes descarregar a versão gratuita, tanto da beta como da versão 15, indo até ao fundo da página principal e preenchendo o formulário de registo. O download (para macOS) é de aproximadamente 2 GB.

Também existe uma versão paga, que inclui vários plug-ins e colaboração multi-utilizador, se mais tarde quiseres subir o teu nível de edição de vídeo.

#3: LosslessCut

Cortar vídeos é uma tarefa frequente, importante tanto para edição, como para simplesmente poupar algum espaço no computador.

O problema é que depois de definires o início e o fim do excerto que pretendes, a maior parte das aplicações voltam a correr o processo de codificação do vídeo (ou encoding, em inglês) – o que se traduz em minutos (ou até horas, consoante a duração do vídeo) à espera que o processamento termine.

Pelo caminho, também te pode alterar o formato original – resultando por vezes num ficheiro consideravelmente mais pesado que o do vídeo completo!

O LosslessCut salta o encoding, preservando também o formato (e definições) do ficheiro original.

O resultado? Um corte supersónico (menos de 1 segundo) e um ficheiro garantidamente mais pequeno.

A aplicação tem mais algumas funcionalidades, como a extração/remoção dos data streams (legendas, vídeo ou áudio) ou captura de imagens (em PNG ou JPG), mas só o utilizo mesmo para cortar vídeos – basta colocar o ponto de entrada e o ponto de saída e clicar no ícone da tesoura!

Lossless Cut
Lossless Cut

O excerto do vídeo surgirá quase de imediato na mesma pasta do vídeo original.

Em termos de suporte, os formatos mais populares não deverão oferecer qualquer problema, como MP4, MOV, WebM, MKV, OGG, WAV, MP3, AAC ou H264.

Para o instalares, vai até à secção Releases.

#4: HandBrake

Na hora de converter vídeos, o HandBrake será o teu melhor amigo. Suportando todo o tipo de codecs e definições, é praticamente garantido que conseguirás passar um vídeo para o formato com as especificações que desejas.

O HandBrake traz imensos presets que facilitarão a tua vida, especialmente se ficares intimidado com o conjunto de opções e só pretenderes um formato adequado para a Web ou para algum dispositivo específico.

HandBrake
HandBrake

Durante a conversão, como vais alterar as definições do vídeo atual, terás sempre que aguardar pelo processo de codificação de vídeo (encoding), pelo que mesmo que tenhas hardware de topo, a conversão levará sempre algum tempo.

A compressão dos vídeos também é muito útil para poupares espaço no teu disco, visto que se estiveres disposto a esperar, podes acabar com ficheiros que ocupam 10% do tamanho do ficheiro original, sem perda notória de qualidade.

#5: youtube-dl

Esta é a primeira de 3 aplicações que te apresento que terás de correr pela linha de comando (ou seja, o Terminal).

A linha de comando permite-te realizar muitas ações interessantes (estas são algumas das minhas preferidas), e se tiveres paciência para ler a documentação e tempo para experimentar, verás que te permite realizar ações com maior liberdade e, muitas vezes, mais rapidamente.

O youtube-dl é, de longe, a melhor ferramenta que podes utilizar para descarregar vídeos do YouTube.

Um comando simples como youtube-dl https://youtu.be/dQw4w9WgXcQ começará a descarregar o vídeo, na melhor qualidade possível, de imediato para o teu disco.

youtube-dl
youtube-dl

Podes optar por descarregar apenas o som de um vídeo, recorrendo a um comando como este (para obteres um MP3): youtube-dl --extract-audio --audio-format mp3 https://youtu.be/dQw4w9WgXcQ

Podes até descarregar uma série de vídeos do YouTube criando um ficheiro TXT com todos os URLs dos vídeos que pretendes obter. Este será o comando a escrever, assumindo que o teu documento de texto se chama videos.txt: youtube-dl -a videos.txt

O youtube-dl também te permite descarregar todos os vídeos de uma playlist ou formatos específicos – para saberes tudo o que permite, o melhor será mesmo consultar a documentação ou pesquisar pela ação pretendida.

#6: gifify

O gifify ainda é, para mim, a melhor forma de converter vídeos para GIFs, apesar de ser uma aplicação que já não está a receber atualizações do seu criador.

Os GIFs são um formato muito popular na Web, apesar de serem por norma ficheiros bastante pesados. Este programa cria GIFs com um tamanho inferior às alternativas, sendo um dos grandes motivos para o utilizar.

Este comando bastará para obteres um GIF com largura de 800px: gifify screencast.mkv -o screencast.gif --resize 800:-1

O programa também te permite acrescentar legendas no GIF criado, se o desejares.

Para juntares vários GIFs, acrescentar animações, rodá-los e muitas outras ações, dá uma olhadela no Gifsicle.

#7: FFmpeg

Este é um programa fantástico que uso frequentemente para converter vídeos noutros formatos, juntar vários vídeos num só, ou combinar o vídeo de 1 fonte com o áudio de outra.

Estes são os 5 comandos que mais utilizo:

  1. Podes converter um vídeo MP4 para AVI com o seguinte comando: ffmpeg -i video.mp4 video.avi

  2. Para extraíres o áudio de um vídeo MP4, basta o comando ffmpeg -i input.mp4 -vn output.mp3

  3. Para tirares o som de um vídeo, ficando só com as imagens: ffmpeg -i input.mp4 -an output.mp4

  4. Para juntares vários vídeos, podes recorrer à técnica que também menciono neste artigo. Basta criares um ficheiro TXT com todos os ficheiros listados desta forma:

    file 'movie1.mp4'
    file 'movie2.mp4'
    file 'movie3.mp4'

    E depois correr o comando concat, desta forma: ffmpeg -f concat -i videos.txt -c copy allvideos.mp4

  5. Para acrescentares um áudio (em formato WAV) diferente a um vídeo MP4, deves correr o seguinte comando: ffmpeg -i input.mp4 -i audio.wav -c:v copy -c:a aac -strict experimental -map 0:v:0 -map 1:a:0 output.mp4

São estas as minhas 7 principais armas na altura de manipular vídeos. E tu, o que costumas usar?

Se quiser entrar em contacto comigo, pode enviar-me um e-mail para [email protected] ou preencher o formulário abaixo.

NOTA: Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

7 Aplicações Gratuitas para Vídeo (macOS e Windows)

Tempo de Leitura: 7 min
0