Como automatizar a instalação de aplicações em macOS

Como automatizar a instalação de aplicações em macOS

Como automatizar a instalação de aplicações em macOS

Como automatizar a instalação de aplicações em macOS 1240 700 Bruno Brito

Há muitos anos atrás, quando a minha plataforma de eleição ainda era Windows, era grande fã do Ninite – uma aplicação gratuita para Windows que permitia a escolha de vários programas populares, para que fossem depois instalados silenciosamente (leia-se, sem necessidade de estar à frente do monitor a clicar “Seguinte” vezes sem conta) num novo computador.

Essa aplicação era muito útil naquela altura em que tinha de formatar o disco, ou quando era necessário configurar o computador de um familiar, sem ficar “enfiado” num computador todo o tempo da visita.

Para macOS, tanto quanto sei, não existe propriamente uma alternativa ao Ninite, mas com a ajuda de algumas aplicações para a linha de comando, acabei por criar algo que deverá funcionar de igual forma.

Para este artigo, convém estares minimamente confortável em utilizar o terminal (ou linha de comando). Tens também algumas dicas para o terminal aqui.

O que criei foi simplesmente um script para a shell que, ao ser corrido, instala uma série de aplicações em série, sem fazer perguntas pelo meio. Felizmente, quase todas as aplicações que necessito diariamente permitem ser instaladas desta forma.

O que é necessário então para começarmos? No fundo, de 3 coisas:

#1: Homebrew

O Homebrew é a peça mais importante neste processo, e se já mexeste no terminal de macOS algumas vezes, até é possível que já o tenhas instalado.

Homebrew

O Homebrew é uma forma muito popular de instalação de aplicações open source para macOS, bastando escrever /usr/bin/ruby -e "$(curl -fsSL https://raw.githubusercontent.com/Homebrew/install/master/install)" para o instalar.

A partir daí, poderás instalar uma série de aplicações recorrendo ao comando brew install [app].

Desta forma, poderás de imediato instalar algumas ferramentas essenciais, como o node ou o yarn se programas em JavaScript, ou o ffmpeg e o youtube-dl para manipular vídeo (como menciono neste artigo).

#2: Homebrew Cask

O Homebrew Cask é uma extensão do Homebrew que permite que instales aplicações populares como o Google Chrome, Spotify ou Skype correndo apenas uma linha de comando, como brew cask install [app].

Podes fazer uma pesquisa pela aplicação que pretendes recorrendo ao comando brew search, mas também podes ver a lista das centenas de aplicações compatíveis visitando esta página.

Brew Cask

A aplicação será sempre instalada na sua última versão. O Homebrew Cask não se restringe a aplicações gratuitas ou open sourceapps de todo o tipo estão lá, incluindo várias que são pagas.

Este é um comando que utilizo frequentemente quando quero testar uma nova aplicação, em vez de visitar o site e descarregar o installer. Também podes facilmente desinstalar uma aplicação fazendo brew cask uninstall [app].

Por fim, de referir que podes ainda instalar Fonts (ou tipos de letra) com o homebrew-cask-fonts – como eu uso um par de fonts para programar, automatizo até isso, com um comando do género brew cask install [font].

Podes consultar a lista de fonts disponíveis, e respetivo nome, visitando esta página.

#3: Mac App Store command line interface

Neste momento já conseguimos automatizar uma boa parte da instalação das nossas aplicações para macOS, mas falta ainda uma peça importante do puzzle: as aplicações da App Store.

O mas-cli entra em ação para resolver esse problema; instalado com o Homebrew, permite-te listar todas as aplicações pertencentes à App Store que estão instaladas na tua máquina, bem como a instalação de outras.

Podes listar todas as aplicações que já tens instaladas escrevendo mas list. Repara que a aplicação é listada juntamente com um número, que é o ID da aplicação, e a versão que tens instalada.

mas list

A instalação de uma app não é tão direta quanto o Homebrew Cask, porque precisas de saber o ID da aplicação primeiro.

Se quiseres instalar por exemplo o Pixelmator, terás que primeiro escrever mas search pixelmator para encontrar o ID da app que desejas.

mas search pixelmator

Depois, mas install [ID] instalará a última versão da aplicação disponível na App Store.

O mas-cli também te permite atualizar aplicações que não estejam na última versão, correndo o comando mas upgrade.

Juntando as 3 peças…

Todos os comandos que te apresentei poderão ser corridos quando precisares de instalar uma aplicação, mas o propósito deste artigo é ensinar-te a automatizar uma instalação de aplicações “em massa”.

Como exemplo, podes pegar no meu script e alterá-lo para as aplicações que utilizes!

Se quiser entrar em contacto comigo, pode enviar-me um e-mail para [email protected] ou preencher o formulário abaixo.

NOTA: Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Como automatizar a instalação de aplicações em macOS

Tempo de Leitura: 4 min
0